Normas ABNT – Regras Atualizadas para Monografias e TCC

Início
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
SUMÁRIO
    Add a header to begin generating the table of contents

    Download Gratuito... 12 Dicas Essenciais

    17343

    Grátis! Como Fazer seu TCC do ZERO

    As Normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) são fundamentais para a elaboração de trabalhos acadêmicos, sendo que geram muita ansiedade aos estudantes pelo fato de serem muitas e por regularem diversos detalhes de padronização das monografias.

    Você sente dificuldade em aplicá-las de forma correta? Caso sua resposta seja sim, leia este nosso post e assista ao nosso vídeo.

    Nós apresentaremos as regras principais, fornecendo um panorama geral das diretrizes da ABNT de forma completa e atualizada.

    A mencionada Associação (http://www.abnt.org.br/) revisa, constantemente, suas normas com o objetivo de facilitar a pesquisa e o desenvolvimento do trabalho acadêmico, já que as regras da ABNT  visam a padronizar as monografias, permitindo aos pesquisadores uma consulta rápida das informações necessárias e um levantamento bibliográfico completo com base em trabalhos consultados.

    Por fim, importante destacar que, por razões didáticas, este artigo será dividido em partes para poder explicar cada uma das regras de forma clara e objetiva.

    NORMAS ABNT 2020 – Entendendo o seu objetivo

    Muitos estudantes consideram irrelevantes estas normas, pois o que interessa é o conteúdo; porém, deve-se destacar que as Normas ABNT padronizam os trabalhos acadêmicos, permitindo uma rápida pesquisa, conseguindo-se recolher os principais dados necessários de uma monografia e as fontes bibliográficas utilizadas para a elaboração da pesquisa.

    Além disso, cumpre-se destacar que empregar as regras da ABNT fornecem maior credibilidade, pois demonstra que o pesquisador conhece as normas técnicas para a elaboração de trabalhos científicos.

    A normatização de trabalhos acadêmicos ocorre em diversos países, sendo que foram essenciais para o desenvolvimento da ciência. Para saber, veja o nosso post acerca da história da ABNT.

    Padronizar, portanto, significa uniformizar a forma de transmissão da informação, dos dados e do saber científico.

    Desse modo, usar regras de padronização de trabalhos acadêmicos permitem a fácil identificação dos principais elementos da pesquisa que se deseja compartilhar no meio científico.

    Da mesma forma que a ciência está sempre se desenvolvendo, as regras de padronização necessitam se adaptar a novas realidades, por exemplo, com o surgimento de revistas científicas eletrônicas, as regras precisaram ser ajustadas para que fosse possível referenciar artigos científicos online.

    Assim, torna-se, extremamente, importante acompanhar as atualizações das normas ABNT para os trabalhos acadêmicos para que a sua monografia atenda às exigências dos padrões de normatização vigentes no período de elaboração do texto científico.

    Como Estruturar o seu trabalho acadêmico?

    Para elaborar uma monografia, torna-se fundamental conhecer a estrutura dos trabalhos acadêmicos. Dessa forma, serão apresentadas as partes essenciais para a redação de seu Projeto, de sua Monografia ou de sua Tese segundo a normatização vigente.

    Não obstante as normas da ABNT sejam as principais para a sua monografia, cumpre-se destacar que é relevante saber as regras específicas de sua Universidade no que seja referente às exigências obrigatórias para os trabalhos de conclusão de curso.

    Por fim, após saber as especificidades de sua IES (Instituição de Ensino Superior), tendo clareza acerca de suas exigências, deve-se consultar o seu orientador para obter a aprovação da estrutura de sua monografia antes de iniciar a elaboração, principalmente, no que se refere ao sumário prévio desenvolvido por você.

    Divisões do Trabalho Acadêmico conforme as Regras ABNT

    Os trabalhos acadêmicos são estruturados da seguinte forma:

    1. Elementos Pré-Textuais;
    2. Elementos Textuais;
    3. Elementos Pós-Textuais.

    Toda monografia elaborada segundo as normas da ABNT possui estes três elementos em sua estrutura, conforme será explicado detalhadamente a seguir.

    Antes de iniciarmos a análise de cada um deles, cumpre-se salientar que alguns elementos são obrigatórios e outros opcionais, dependendo da necessidade e da finalidade do pesquisador.

    Desse modo, leia, atentamente, a descrição de cada um dos elementos do trabalho acadêmico e organize um projeto e/ou monografia com cientificidade e excelência.

    PARTE 1 – Elementos Pré-textuais (Início do Trabalho Acadêmico)

    De acordo com as normas da ABNT, são elementos pré-textuais (pressione em cada um dos itens para saber mais):

    Para a elaboração da capa, é necessário constar os seguintes dados: Nome da Instituição de Ensino, Nome do Curso, Nome do(a) Autor(a), Título do Trabalho Acadêmico, Cidade e Ano. Saiba mais acerca deste elemento pré-textual em nosso artigo exclusivo sobre capa com modelos e normas ABNT e baixe nosso Modelo de Capa ABNT.

    É empregado na hipótese de trabalhos acadêmicos encadernados, notadamente, dissertações de mestrado e teses de doutorado. Para saber mais acerca da lombada, veja o nosso artigo sobre o Elemento Pré-textual: Lombada.

    Para a folha de rosto, são necessárias as seguintes informações: Nome do autor, Título do Trabalho Acadêmico, Cidade, Ano, Breve descrição do trabalho (que tipo de trabalho é? (trabalho de conclusão de curso, dissertação de Mestrado, tese de doutorado), será submetido como exigência para a obtenção de qual título? (título de Mestre, Título de Bacharel, Título de Tecnólogo, Título de Doutor, Título de Especialista etc) ), Nome do Orientador Completo. Para saber mais sobre folha de rosto, veja o nosso artigo sobre folha de rosto.

    Será apresentada se houver algum erro após a impressão do trabalho acadêmico que necessite de correção. Para saber mais sobre errata e como fazê-la, leia o nosso artigo sobre como fazer a errata.

    Trata-se do documento em que será lançado o resultado. Deverá constar o nome do orientador e de todos os membros da banca examinadora. Para saber mais, veja nossa explicação sobre como elaborar a folha de aprovação.

    Trata-se de um pequeno texto dedicando a sua monografia a alguém que muito contribuiu na sua trajetória acadêmica. São breves, mas significativas palavras destinadas a alguém. Para saber mais, conheça nossos modelos de dedicatória já formatados.

    Espaço destinado a agradecer a todos que contribuíram direta e/ou indiretamente para a conclusão desta sua etapa acadêmica.

    Não se esqueça de incluir o (a) seu (sua) orientador (a)!

    Trata-se de um texto mais longo do que a dedicatória, sendo que se recomenda até 3 (três) páginas de agradecimento.

    Para saber mais sobre os agradecimentos, pressione aqui.

    Trata-se de uma breve transcrição de uma passagem de um livro, de um artigo de jornal, de uma letra de música, de uma estrofe de um poema etc, que se apresenta como significativa e conectada com o tema de sua monografia. Geralmente, refere-se a uma perspectiva peculiar acerca da discussão de seu trabalho acadêmico. Deve ser uma passagem curta, não devendo possuir mais de 5 linhas. Para saber mais, veja nosso artigo sobre como fazer a epígrafe do seu TCC.

    Deve apresentar de forma direta e objetiva  o problema-chave da monografia, a questão-chave, a hipótese de pesquisa, o objetivo geral, os objetivos específicos e a metodologia empregada. Existem diversas recomendações para elaborar o importante texto do resumo de sua monografia que será indexado no banco de dados da biblioteca de sua Universidade e permitirá a pesquisa de seu trabalho por outros pesquisadores. Desse modo, para saber mais sobre como fazer o resumo em língua vernácula, veja o nosso post (redirecionar para o post de resumo). Segundo as normas da ABNT, o resumo de uma monografia deve ter entre 150 a 500 palavras. Por fim, cumpre-se destacar que abaixo do resumo, devem ser escritas as palavras-chaves as quais serão numeradas e separadas por ponto. Recomendam-se 5 palavras-chaves. Para ver mais sobre palavras-chaves e como fazer corretamente, leia nossa explicação.

    Trata-se do mesmo resumo escrito em língua portuguesa; porém, vertido para uma língua estrangeira (v.g., inglês, francês, espanhol, italiano, alemão etc.). Em geral, os estudantes fazem a versão para o inglês, ou seja, elaboram um Abstract. Após o resumo em língua estrangeira, também devem ser apontadas as palavras-chaves vertidas para a língua estrangeira selecionada. Em inglês, as palavras-chaves recebem o nome de Keywords. Para conhecer mais regras relacionadas ao resumo em língua estrangeira, veja o nosso post exclusivo sobre como fazer o resumo em língua estrangeira.

    Se você introduzir no seu trabalho mais de uma ilustração, tabela, abreviatura ou símbolo, você deverá elaborar as respectivas listas para facilitar a identificação destas informações pelo leitor. Desse modo, as listas são organizadas no trabalho acadêmico nesta ordem:

    1) Lista de Ilustrações;

    2) Lista de tabelas;

    3) Lista de abreviaturas; e

    4) Listas de Símbolos.

    Atenção: Sempre respeite esta ordem de apresentação! Em caso de dúvidas, não deixe de consultar o artigo do Blog da Monografia Perfeita sobre o assunto.

    No sumário, constam os números e nomes dos capítulos e suas respectivas páginas. Não se esqueça de que a conclusão e as referências bibliográficas devem constar no sumário! Para saber mais sobre o assunto, veja nosso post sobre como fazer um sumário conforme as regras da ABNT.

    PARTE 2 – Elementos textuais

    Os elementos textuais são obrigatórios e referem-se ao texto da monografia. Dessa forma, o texto deve ser dividido nas seguintes partes:

    a-) Introdução: Trata-se da apresentação do tema de seu trabalho acadêmico, apontando-se a justificativa do tema, o objetivo geral e os objetivos específicos, a metodologia e os métodos empregados, uma breve apresentação da hipótese de pesquisa e um breve resumo de cada capítulo. Para saber mais, veja o nossa explicação sobre como preparar a introdução de um TCC.

    b-) Desenvolvimento: Refere-se ao desenvolvimento de sua argumentação para sustentar a sua hipótese de pesquisa. Relaciona-se à apresentação de sua pesquisa e de como você defende o seu posicionamento. Cada assunto deve ser tratado de forma detalhada e científica. Neste instante, tudo o que é afirmado deve ser comprovado. Para saber mais, veja o nosso artigo sobre como redigir o desenvolvimento de uma monografia.

    c-) Conclusão: Trata-se do encerramento de seu trabalho acadêmico. Você apresenta de forma sintética os resultados alcançados e os objetivos realizados em sua monografia. Atenção: Nunca introduza um novo assunto ou uma nova discussão na conclusão! Para saber mais, veja o nosso post sobre como fazer a conclusão do seu TCC.

    Vejamos de forma mais detida cada um destes elementos textuais para facilitar o seu trabalho de elaboração de seu TCC.

    Elementos textuais: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão

    Todos os trabalhos acadêmicos regulados pelas normas ABNT possuem elementos Pré-textuais, Textuais e Pós-textuais. Essa estrutura de monografia apresentada pela Associação permite uma organização e uniformização dos trabalhos científicos.

    Além disso, garante-se com estes elementos uma melhor compreensão dos conceitos desenvolvidos, das questões-chaves analisadas, do problema-chave enfrentado e da hipótese de pesquisa proposta.

    Neste sentido, cumpre-se verificar as essencialidades de cada um dos elementos textuais, pois eles permitem o desenvolvimento de conceitos e de posicionamentos defendidos em seu trabalho acadêmico.

    Os conceitos são investigados com base no entendimento doutrinário recente e passado, observando-se a evolução histórica do saber. Cada uma das partes dos elementos textuais possui uma finalidade específica.

    INTRODUÇÃO DO TEXTO

    Trata-se do introito da produção acadêmica, apresentando o tema, a justificativa do tema e os objetivos visados. A introdução é uma das partes mais relevantes de sua monografia, pois será ela que despertará o interesse de seu leitor e/ou examinador para a análise de seu trabalho acadêmico.

    Assim, é necessário escrevê-la com clareza e objetividade, sem realizar citações diretas ou indiretas.

    O destinatário de seu trabalho científico deve captar, de forma rápida, como foi elaborada a sua pesquisa, quais os métodos empregados e quais são os objetivos buscados. Dessa maneira, elaboramos alguns itens que os guiarão para esta importante tarefa de redação da introdução.

    Passo a Passo: Introdução conforme as Normas ABNT - Acompanhe do 1º ao 8º

    Vejamos um exemplo:

    Hipótese de Pesquisa: Demonstrar que os instrumentos de democracia deliberativa são fundamentais para a decisão acerca de questões de bioética para que relações históricas de poder não sejam perpetuadas e para se evitar o determinismo reducionista histórico.

    Objetivo Geral: Analisar o papel das audiências públicas para que as deliberações de ordem bioética sejam mais democráticas.

    Objetivos Específicos: 1) Pesquisar acerca dos instrumentos de democracia deliberativa habermasiana; 2) Analisar os riscos e benefícios do Projeto Genoma Humano; e 3) Investigar as correntes que defendem o determinismo reducionista biológico e sua conexão com os polos de poder da sociedade.”.

    Após redigir um texto com as informações fundamentais de uma introdução, você iniciará o desenvolvimento do texto.

    DESENVOLVIMENTO DO TEXTO ACADÊMICO

    Esta é a parte mais desafiante para todos os estudantes, pois o texto da pesquisa será desenvolvido neste momento.

    Embora aparente ser a parte mais trabalhosa, na realidade, se você já delimitou seu tema, sabe quais são os seus objetivos, definiu seu problema-chave, elaborou as questões-chaves e estruturou seu sumário, você já tem a sua monografia pronta.

    Isso mesmo, o desenvolvimento é a parte mais fácil quando se sabe o que vai escrever e qual é a estrutura do trabalho acadêmico.

    Pense que a sua monografia é uma muralha e que você deverá fixar muito bem cada um de seus tijolos para que o seu muro resista a ataques. Os tijolos são os argumentos desenvolvidos em cada um dos capítulos de seu desenvolvimento.

    Desse modo, cada parágrafo deve estar conectado com o anterior e com o posterior, fazendo com que o texto esteja firme e consiga se defender perante argumentos contrários ao posicionamento apresentado em seu trabalho acadêmico.

    Ao se ter um roteiro com as principais questões-chaves a serem respondidas e as referências bibliográficas principais, você elaborará de forma mais rápido o desenvolvimento do texto de sua monografia.

    Sempre saiba o que você busca demonstrar em cada capítulo, para que não fique um texto confuso e para que você não perca o foco da sua argumentação.

    As suas ideias, portanto, serão apresentadas ao longo dos capítulos, os quais serão arrolados no sumário. Os capítulos serão numerados e devem ser ordenados conforme o desenvolvimento lógico da argumentação. Para saber mais,  veja o nosso post exclusivo sobre argumentação em um trabalho científico.

    CONCLUSÃO DO TEXTO

    Na conclusão, é realizado o encerramento de sua pesquisa, sendo respondidas as questões-chaves e resolvendo-se o problema-chave. Os resultados alcançados devem ser expostos na conclusão.

    Você pode apresentar de forma sintética a concatenação de seu pensamento e como a sua hipótese de pesquisa foi demonstrada ou se verificou falha.

    Nunca introduza novos temas ou discussões na conclusão. A conclusão deve recapitular tudo o que foi desenvolvido em seu trabalho acadêmico. Deve-se fornecer de forma sintética o que fora analisado e demonstrado.

    O último parágrafo da conclusão deve possuir maior impacto, fornecendo uma sensação de completude ao trabalho. Indica-se que se forneça uma conexão entre o debate passado, a discussão presente e a tendência futura.

    Deve-se destacar que regras ABNT para a formatação do texto da conclusão são: fonte Arial ou Times New Roman, tamanho 12. Espaçamento entre linhas de 1,5 cm e recuo de 1,25 cm nas primeiras linhas dos parágrafos. Não se esqueça de colocar o texto com o alinhamento justificado.

    A conclusão é o último item dos elementos textuais, sendo que, ao finalizá-la, seu trabalho acadêmico estará quase pronto. A Capa conforme as normas ABNT deverá ser realizada como mencionamos acima.

    Além disso, verifique se os elementos pós-textuais foram elaborados. Desse modo, apenas restará a revisão de sua monografia e o envio para a autorização de depósito realizada pelo (a) seu (sua) orientador(a), sendo que ao obter a anuência, bastará levar para a gráfica para a impressão de seu trabalho de conclusão de curso, restando entregar a monografia para Universidade e aguardar o agendamento da banca examinadora, ou seja, da data de defesa.

    PARTE 3 – Elementos Pós-textuais

    Pode-se mencionar que os elementos pós-textuais são apresentados após os elementos textuais, sendo que estão dispostos na seguinte ordem:

    As referências bibliográficas configuram-se como a lista numerada, disposta em ordem alfabética, onde se encontram os títulos das obras dos autores utilizados para citação direta e indireta em sua monografia. Não se esqueça que o alinhamento é à esquerda. Não adicione obras ou artigos científicos não lidos ou não citados em seu trabalho acadêmico. A regra NBR 6023 de 2018 da ABNT disciplina a matéria concernente às referências bibliográficas. Para saber mais, veja o nosso post sobre os elementos pós-textuais.

    Caso utilize determinados dados extensos, legislação, convenção internacional, decisões judiciais etc., é adequado apresentá-los no anexo para que não seja quebrada a fluidez do texto. Desse modo, quando você considera muito importante citar determinado texto para comprovar determinada assertiva; porém, devido ao seu tamanho, torna-se desagradável colocá-lo em sua inteireza no corpo do texto de um dos capítulos, você deve inserir este documento no anexo de sua monografia.

    Refere-se à listagem das palavras desconhecidas ou de uso muito específico, com os seus respectivos significados, para que não haja confusão no entendimento de determinadas frases que possuam estes termos. Veja aqui nosso artigo específico sobre como elaborar o glossário de um TCC.

    Trata-se de documento utilizado para apoiar a argumentação referente ao posicionamento defendido na sua monografia, No apêndice, você poderá apresentar questionários utilizados, entrevistas realizadas, tabulação de dados etc.

    Conforme você pode constatar acima, os elementos opcionais pós-textuais não são obrigatórios, pois eles devem constar em situações específicas que só podem ser verificadas mediante a análise da argumentação do texto do trabalho acadêmico.

    Desse modo, o uso ou não destes elementos dependerá do que você considere e avalie necessário para defender o seu posicionamento.

    Formatação ABNT

    Para evitar erros corriqueiros no que se refere à formatação exigida pelas Normas ABNT, vamos apresentar as principais regras relativas a este assunto. Desse modo, cumpre-se apresentar as seguintes diretrizes. Para saber mais, veja o infográfico sobre as regras de formatação da ABNT.

    Regras de Formatação de TCC

    Papel: A4 – cor branca;

    Fonte: Times New Roman ou Arial, tamanho 12, cor preta. Nas citações longas (com mais de 3 linhas), nas notas de rodapé, nas legendas e tabelas, a fonte deve ter o tamanho 10;

    Itálico: Ao se escrever palavras estrangeiras, deve-se destaca-las em itálico. Atenção: Esta regra não se aplica às seguintes expressões originadas do latim: apud e et al.;

    Margens: As margens direita e inferior devem ter 2cm e as margens esquerda e superior devem possuir 3 cm;

    Parágrafos/Espaçamento: O espaçamento entre linhas deve ser de 1,5;

    Referências: O espaçamento é duplo entre as referências bibliográficas;

    Alinhamento do texto: O texto dos elementos textuais deve estar justificado para que haja alinhamento às margens direita e esquerda. A aparência, a organização e a agradabilidade de leitura de sua monografia serão mais elevadas com este alinhamento.

    Considerações Finais

    As Normas da ABNT facilitam a organização do seu trabalho, a sua estruturação e inclusive a sua redação. Como se trata de um conjunto de normas de padronização de trabalhos acadêmicos, seu trabalho será mais respeitado se você  seguir estas regras de forma correta.

    Agora que você recebeu todas estas informações relevantes, você está apto(a) para iniciar a elaboração de sua monografia e, para o ter o melhor aproveitamento, conheça o Treinamento Oficial da Monografia Perfeita®. Bom trabalho!

    Download Gratuito... 12 Dicas Essenciais

    17343

    Grátis! Como Fazer seu TCC do ZERO

    Autores

    Plataformas Monografia Perfeita & Meu Artigo Científico

    Prof. Dra. Cristina Godoy

    Dra. Cristina Godoy

    Prof. Dra. direito usp

    IMG_Rafael_meira_silva_transparente

    Dr. Rafael Meira

    Gestor Codex Data®

    Deixe um comentário

    Click to access the login or register cheese

    Conteúdo Altamente Especial

    Acesse o Vídeo Agora...

    Você está a 1 passo do segredo...

    Rolar para cima