O que é estudo de caso e como fazer? [ Parte 1 ]

Início
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
SUMÁRIO
    Add a header to begin generating the table of contents

    Download Gratuito... 12 Dicas Essenciais

    17343

    Grátis! Como Fazer seu TCC do ZERO

    Introdução: O que é estudo de caso e como fazer um estudo de caso?

    O objetivo deste artigo é ajudar os estudantes a compreenderem o método relativo ao estudo de caso e auxiliar na seguinte compreensão: o que é estudo de caso e como fazer um estudo de caso.

    estudo de caso

    Desse modo, em um primeiro instante, serão vistos os elementos integrantes e serão analisados os requisitos para produzir um estudo de caso.

    Em um segundo momento, serão analisados os tipos de estudo de casos e os desafios enfrentados por cada um.

    o que é estudo de caso

    Dessa forma, nesta primeira parte, discutiremos os fundamentos da pesquisa de estudo de caso, para, em um segundo momento, estudarmos aspectos mais aprofundados.

    Em resumo, neste artigo, será visto o que é um estudo de caso, quais são os elementos integrantes, como fazer e quais são os tipos existentes.

    O que é um Estudo de Caso?

    Uma pesquisa de estudo de caso é muito detalhada e corresponde a um estudo aprofundado sobre determinado problema a ser pesquisado.

    Ao se existir um largo campo de pesquisa, o estudo de caso permite que se restrinja este vasto plano.

    Assim, torna-se possível investigar determinado problema por meio de um ou alguns exemplos que são estudados de forma particularizada.

    Em que situações o estudo de caso é útil?

    O estudo de casos é um design de pesquisa muito usado para testar se determinada teoria ou modelo é aplicado a determinado modelo do mundo real.

    Geralmente, é usado quando não se conhece muito acerca do fenômeno estudado.

    Quais são os elementos integrantes do Estudo de Caso?

    Pode-se mencionar que os elementos fundamentais presentes em uma pesquisa pautada em estudo de casos são três:

    pode se apresentar de diferentes formas: um evento, um programa, uma atividade, um problema, um indivíduo, uma decisão judicial, uma aprovação de lei etc;

    trata-se do contexto em que se verifica o fenômeno estudado. Desse modo, deve-se perguntar quais são as condições contextuais que influenciam o fenômeno. Assim, analisam-se os fatores que influenciam o fenômeno ou a separação entre o contexto e o fenômeno quando não há clareza. Diante disto, o pesquisador deve estabelecer limites entre o contexto e o fenômeno para que seja possível realizar a pesquisa (limites relativos a tempo, espaço, eventos e processo);

    refere-se à coleta, com profundidade e de forma detalhada, de dados que geram diversas fontes de informação. A exploração pode ser por meio de observação direta, de constatações de terceiros, de entrevistas, de material audiovisual, de documentos públicos, de relatórios etc. Ao se utilizar múltiplas fontes de informação, é possível compreender o fenômeno de forma mais aprofundada.

    Quais são os tipos de casos?

    Os tipos de casos podem ser classificados de várias formas, sendo que, para se analisar cada um deles, deve-se primeiro observar se corresponde ao estudo de um caso ou de alguns casos. Assim, vejamos, primeiramente, na hipótese, de um caso.

    Estudo de um caso

    Primeiramente, é importante destacar que o estudo de um caso pode ser do tipo intrínseco ou instrumental.

    intrínseco é empregado para se compreender a particularidade de um único fenômeno, como ele se distingue de outros fenômenos, sendo baseado em uma sequência de eventos.

    Já o estudo de caso instrumental é usado para se compreender um fenômeno por meio de um caso específico.

    No instrumental, o caso escolhido pode ser um caso típico, recorrente, logo, que permite o estudo geral sobre determinado fenômeno.

    Ou, pode ser selecionado um caso incomum que permite identificar problemas que não foram enfrentados por serem inexistentes nos casos típicos

    Desse modo, o instrumental, por meio de um caso atípico permite identificar o fenômeno em uma perspectiva mais ampla, por causa da identificação de problemas que até então foram relegados a segundo plano.

    Estudo de alguns casos

    Já o estudo de alguns casos (estudo de caso coletivo), permite uma compreensão geral do fenômeno por meio de alguns estudos de casos instrumentais ocorridos em um lugar ou em diversos lugares.

    Assim, o formato comum para o estudo de caso coletivo:

    Além disso, a grande dúvida que surge em um estudo de caso coletivo é concernente à quantidade de casos que devem ser estudados. Qual é o número ideal?

    No que tange à questão da quantidade, cumpre-se mencionar que é decorrente do fato de que poucos casos tornam a generalização impossível. Já muitos casos tornam a pesquisa, extremamente, difícil, pois, torna-se um trabalho homérico estudar de forma aprofundada uma gama elevada de casos.

    Por conseguinte, os pesquisadores devem utilizar alguns critérios para selecionar os casos, formando um todo coerente.

    Neste sentido, para definir a quantidade, deve-se realizar os seguintes passos:

    Conclusão

    Em virtude no que fora acima exposto, deve-se salientar que, neste artigo, fornecemos uma definição referente ao estudo de caso e apresentamos os elementos integrantes deste tipo de pesquisa.

    Em um segundo momento, analisamos os tipos de estudo de caso e como cada tipo auxilia para analisar o fenômeno investigado.

    Finalmente, cumpre-se mencionar que, no próximo artigo, estudaremos o papel da doutrina para o desenvolvimento do estudo de caso e a diferença entre casos para a pesquisa e casos para o ensino.

    Check-List

    Antes de começar a sua pesquisa de estudo de caso, veja se você sabe responder todas as perguntas do Check-list.

    Caso você não saiba responder todas as perguntas, busque a resposta antes do início da pesquisa para que o seu trabalho acadêmico não comece errado ou para evitar a necessidade de refazer a sua pesquisa.

    check_list_estudo_de_caso

    Referências Bibliográficas

    HARLING, Kenneth. Na Overview of Case Study. In American Agricultural Economics Association, Long Beach, California, 27 jul. 2002. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/eca9/8ac47e79d19331cd569566e4cf3218fb953e.pdf. Acesso em: 19 de janeiro de 2020.

    OLIVEIRA, Cristina Godoy Bernardo de – SILVA, Rafael Meira. Tema de TCC: como faço uma boa escolha? São Paulo: Codex Data, 2020. Disponível em: monografiaperfeita.com.br/tema-de-tcc-como-faco-uma-boa-escolha/. Acessado em: 07 de fevereiro de 2020.

    UNIVERSITY OF SOUTHERN CALIFORNIA. Types of Research Designs. In Research Guides, California, 14 jan. 2020. Disponível em: https://libguides.usc.edu/writingguide/researchdesigns. Acesso em: 19 de janeiro de 2020.

    Download Gratuito... 12 Dicas Essenciais

    17343

    Grátis! Como Fazer seu TCC do ZERO

    Autores

    Plataformas Monografia Perfeita & Meu Artigo Científico

    Prof. Dra. Cristina Godoy

    Dra. Cristina Godoy

    Prof. Dra. direito usp

    IMG_Rafael_meira_silva_transparente

    Dr. Rafael Meira

    Gestor Codex Data®

    Deixe um comentário

    Click to access the login or register cheese

    Conteúdo Altamente Especial

    Acesse o Vídeo Agora...

    Você está a 1 passo do segredo...

    Rolar para cima