Se você quer melhorar a sua escrita científica, aqui é o seu lugar.

Junte-se a mais de 5.000 estudantes e pesquisadores e receba atualizações, artigos, dicas e vídeos que vão elevar o seu patamar de uma forma prática e com ótima qualidade (é grátis)!

Início

5 Dicas de Escrita Científica

SUMÁRIO
    Add a header to begin generating the table of contents

    Neste artigo, falaremos sobre 5 dicas de escrita científica fundamentais para que você possa elaborar o seu TCC, o seu artigo científico, a sua resenha crítica etc.

    Além disso, neste artigo, explicaremos o que caracteriza a escrita científica. Desse modo, buscaremos falar de forma rápida e direta o que você deve fazer para escrever de maneira científica.

    Mapa mental

    Dica 1: A Escrita Científica deve ser Objetiva

    Ao se escrever um trabalho acadêmico, deve-se evitar escrever frases desnecessárias, ou seja, a escrita é objetiva e direta, permitindo que o(a) leitor(a) compreendam, de forma rápida, a pesquisa realizada.

    A liguagem deve seguir a ordem: SUJEITO + VERBO + PREDICADO. Dessa forma, evite inversões, para permitir uma maior fluidez na leitura de seu texto pelo público alvo.

    Lembre-se de que o público deve ser o mais amplo possível, ou seja, deve abranger a sociedade, não apenas os pesquisadores da área.

    Neste sentido, é importante ressaltar que o trabalho científico apenas é finalizado quando há a comunicação da pesquisa e esta alcança o maior número de pessoas possíveis.

    Dica 2: A Clareza é fundamental na escrita de trabalhos científicos

    Para alcançar a clareza, deve-se evitar frases em que haja duplo sentido. Além disso, deve-se expressar de forma a deixar evidente qual foi o processo científico adotado para chegar aos resultados apresentados em seu trabalho acadêmico.

    Diante do exposto, busque evidenciar as conclusões alcançadas por meio de sua investigação científica. Não se deve ocultar os resultados com medo do que será contestado pelos demais pesquisadores e por uma eventual banca avaliadora.

    Dica 3: A escrita deve seguir uma estrutura básica

    Em todos os trabalhos acadêmicos, é preciso seguir uma estrutura básica em que as seguintes informações devem estar presentes:

    1. Resumo;
    2. Introdução;
    3. Metodologia e Métodos;
    4. Discussões e Fundamentação Teórica;
    5. Resultados;
    6. Conclusões;
    7. Referências Bibliográficas.

    Consequentemente, pode-se observar que é necessário apresentar o resumo em monografias e TCC’s, pois é por meio dele que outros pesquisadores verificarão se o seu trabalho será relevante para a pesquisa que estão realizando.

    Além disso, deve-se lembrar que o método é apresentado na mesma ordem dos resultados, uma vez que cada método é empregado para se atingir determinado resultado.

    Por fim, recorde-se de que a introdução deve começar com uma abordagem mais geral, apresentando-se o tema a ser pesquisado e, depois, é preciso descrever as especificidades da pesquisa científica: problema-chave, hipótese de pesquisa, resultados obtidos, tópicos abordados etc.

    Dica 4: Deve-se evitar adjetivos e advérbios

    Ao se mencionar que a escrita científica deve ser objetiva, deve-se afirmar que é necessário evitar o emprego de adjetivos, pois eles são valorativos e descaracterizam o trabalho científico.

    Da mesma forma, os advérbios não devem ser utilizados com frequência, como, por exemplo: frequentemente, resumidamente, principalmente etc. O advérbio é sempre usado quando não se consegue transmitir de forma objetiva o sentido que se pretende dar a determinado verbo.

    Dica 5: A escrita científica não deve ser barroca

    Muitos pesquisadores consideram quem uma escrita barroca e difícil é sinônimo de erudição; contudo, esse tipo de escrita significa falta de clareza e representa um obstáculo para a obtenção do principal objetivo da ciência: atingir o maior número de pessoas possíveis.

    Dessa maneira, não busque palavras pouco usadas e muito rebuscadas, pois o seu texto não será lido com fluidez e não comunicará a pesquisa realizada.

    Vídeo explicativo

    Conclusão

    Essas são as principais dicas sobre a escrita científica e elas estão conectadas com o objetivo da ciência. Assim, caso você queira se aprofundar mais, recomendamos a leitura do nosso outro artigo de escrita acadêmica.

    Esperamos que este artigo lhe auxilie na sua trajetória acadêmica. Caso você tenha gostado, comente e compartilhe este artigo!

    Comentários

    Autores

    Plataforma Monografia Perfeita®

    Prof. Dra. Cristina Godoy

    Profa. Dra. Cristina Godoy

    Direito USP

    IMG_Rafael_meira_silva_transparente

    Prof. Dr. Rafael Meira

    Gestor Codex Data®